I Edição

A primeira etapa do projeto realizada em 2012, consistiu na realização de quatro mesas de debates-estudos sobre o Samba em São Paulo, com antropólogos, historiadores, músicos e personagens do samba paulistano.

samba-sampa-eflyer

Como fruto-desdobramento desta primeira etapa foi editada a revista eletrônica Samba Sampa, onde textos (ensaios e artigos) e vídeos dos debates foram disponibilizados para pesquisa e acesso do público.

Os temas previstos para as rodas de conversas  foram:

– Desde que o Samba é Sampa: quando e como o samba produzido em São Paulo dialoga com o processo de urbanização da cidade?

– Batuques e atabaques: o samba-som que vem da diáspora

– Sala de Recepção: a dimensão sagrada da roda de samba, o encontro de gerações e o seu diálogo com a comunidade.

– O Samba é Meu Dom: a identidade construída na roda de samba.

Samba- conversadores

Amailton Azevedo (historiador / PUC-SP), Arthur Tirone (Clube Anhanguera / SP), Ana Lúcia Ferraz (antropóloga / UFF), Bruna Prado (Unicamp), Carlos Gomes (pesquisador), Dinho Nascimento (músico), Eugênio Lima (ator, pesquisador e DJ), Fabiana Cozza (cantora), Jaime Diko Lopes (Comunidade Samba do Monte), Miriam Carlos (documentarista), Moisés da Rocha (O Samba Pede Passagem), Nega Duda (cantora), Nino Miau (Samba da Vela), Pagode da 27 (Grajaú), Patricio Salgado (documentarista), Renato Dias (Kolombolo), Tadeus Kaçula (Rua do Samba), Thobias da Vai-Vai (cantor), Werinton Moraes (documentarista), Zé Maria (compositor)